Religiosa mais idosa do mundo é Ministra dos Enfermos de São Camilo

Religiosa mais idosa do mundo completa 107 anos

candida belotti
Roma, 18 fev (SIR) – A religiosa Cândida Bellotti faz aniversário e apagará suas 107 velinhas com o Papa Francisco. A religiosa mais idosa do mundo, que é professa da Congregação das Ministras dos Enfermos de são Camilo De Lellis, nesta quinta-feira festejará seu aniversário participando da Missa celebrada pelo Santo Padre na Domus Santa Marta. A religiosa será homenageada pela Ordem dos Camilianos na casa geral, onde encontrará a imprensa.
religiosa mais velha
Alma – este seu nome antes de entrar na vida religiosa – nasceu em Quinzano, na província de Verona (norte da Itália) em 1907, quando era Papa são Pio X; desde o ano 2000 vivem em Lucca, após ter realizado sua atividade pastoral ao lado dos doentes em vários hospitais italianos. A festa será também a ocasião para apresentar as iniciativas que serão realizadas no 4º centenário da morte de são Camilo, que faleceu em 1614, e ara encontrar pela primeira vez a imprensa após os eventos judiciários que envolveram o superior geral da ordem.

Festa da Apresentação do senhor – Dia mundial da Vida Consagrada

HOMILIA DO PAPA BENTO XVI

Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2006
con le suore

Queridos irmãos e irmãs!

A hodierna festa da Apresentação de Jesus no Templo, quarenta dias depois do seu nascimento, apresenta diante dos nossos olhos um momento particular da vida da Sagrada Família: segundo a lei moisaica, o menino Jesus é levado por Maria e José ao templo de Jerusalém para ser oferecido ao Senhor (cf. Lc 2, 22). Simeão e Ana, inspirados por Deus, reconhecem naquele Menino o Messias tão esperado e profetizam sobre Ele. Estamos na presença de um mistério, ao mesmo tempo simples e solene, no qual a Santa Igreja celebra Cristo, o Consagrado do Pai, primogénito da nova humanidade.

A sugestiva procissão dos Círios no início da nossa celebração fez-nos reviver a majestosa entrada, cantada no Salmo responsorial, d’Aquele que é «o rei da glória» (Sl 23, 7-8). Mas quem é o Deus poderoso que entra no Templo? É um Menino; é o Menino Jesus, entre os braços da sua mãe, a Virgem Maria. A Sagrada Família cumpre tudo o que a Lei prescrevia: a purificação da mãe, a oferenda do primogénito a Deus e o seu resgate mediante um sacrifício. Na primeira Leitura a Liturgia fala do oráculo do profeta Malaquias: «Imediatamente entrará no seu santuário o Senhor» (Mal 3, 1). Estas palavras comunicam toda a intensidade do desejo que animou a expectativa da parte do povo hebreu ao longo dos séculos. Entra finalmente na sua casa «o cordeiro da aliança» e submete-se à Lei: vai a Jerusalém para entrar, em atitude de obediência, na casa de Deus.

O significado deste gesto adquire uma perspectiva mais ampla no trecho da Carta aos Hebreus, proclamado hoje como segunda Leitura. Nele é-nos apresentado Cristo, o mediator que une Deus e o homem abolindo as distâncias, eliminando qualquer divisão e abatendo todos os muros de separação. Cristo vem como novo «sumo sacerdote misericordioso e fiel no serviço de Deus, para expiar os pecados do povo» (Hb 2, 17). Observamos assim que a mediação com Deus já não se realiza na santidade-separação do sacerdócio antigo, mas na solidariedade libertadora com os homens. Ele inicia, ainda Criança, a andar pelo caminho da obediência, que percorrerá até ao fim. Ressalta bem isto a Carta aos Hebreus quando diz: «Quando vivia na carne, ofereceu… orações e súplicas… Apesar de ser Filho de Deus, aprendeu a obedecer, sofrendo e, uma vez atingida a perfeição, tornou-se para todos os que Lhe obedecem fonte de salvação eterna» (cf. Hb 5, 7-9).

A primeira pessoa que se une a Cristo no caminho da obediência, da fé provada e do sofrimento partilhado é a sua mãe, Maria. O texto evangélico mostra-no-la no gesto de oferecer o Filho: uma oferenda incondicional que a envolve em primeira pessoa: Maria é a Mãe d’Aquele que é «glória do seu povo, Israel» e «luz que ilumina as nações» (cf. Lc 2, 32.34). E ela mesma, na sua alma imaculada, deverá ser trespassada pela espada do sofrimento, mostrando assim que o seu papel na história da salvação não termina no mistério da Encarnação, mas se completa na amorosa e dolorosa participação na morte e na ressurreição do seu Filho. Levando o Filho a Jerusalém, a Virgem Mãe oferece-o a Deus como verdadeiro Cordeiro que tira os pecados do mundo: apresenta-o a Simeão e a Ana como anúncio de redenção; apresenta-o a todos como luz para um caminho seguro pela via da verdade e do amor.

As palavras que neste encontro vêm aos lábios do idoso Simeão – «Os meus olhos viram a tua salvação» (Lc 2, 30) – encontraram eco no coração da profetiza Ana. Estas pessoas justas e piedosas, envolvidas pela luz de Cristo, podem contemplar no Menino Jesus «a consolação de Israel» (Lc 2, 25). A sua expectativa transforma-se assim em luz que ilumina a história. Simeão é portador de uma antiga esperança e o Espírito do Senhor fala ao seu coração: por isso pode contemplar aquele que muitos profetas e reis tinham desejado ver, Cristo, luz que ilumina as nações. Reconhece naquele Menino o Salvador, mas intui no espírito que em seu redor se jogará o destino da humanidade, e que deverá sofrer muito por parte de quantos o rejeitarão; proclama a sua identidade e a missão de Messias com as palavras que formam um dos hinos da Igreja nascente, do qual irradia toda a exultação comunitária e escatológica da expectativa salvífica realizada. O entusiasmo é tão grande que viver e morrer são a mesma coisa, e a «luz» e a «glória» tornam-se uma revelação universal. Ana é «profetiza», mulher sábia e piedosa que interpreta o sentido profundo dos acontecimentos históricos e da mensagem de Deus neles escondido. Por isso pode «louvar a Deus» e falar «do Menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém» (Lc 2, 38). A prolongada viuvez dedicada ao culto no templo, a fidelidade aos jejuns semanais, a participação na expectativa de quantos aspiravam pelo resgate de Israel concluem-se no encontro com o Menino Jesus.

Queridos irmãos e irmãs, nesta festa da Apresentação do Senhor a Igreja celebra o Dia da Vida Consagrada. Trata-se de uma ocasião oportuna para louvar o Senhor e agradecer-lhe pelo dom inestimável que a vida consagrada representa nas suas diferentes formas; é ao mesmo tempo um estímulo a promover em todo o povo de Deus o reconhecimento e a estima por quem se consagrou totalmente a Deus. De facto, como a vida de Jesus, na sua obediência e dedicação ao Pai, é parábola viva do «Deus connosco», também a dedicação concreta das pessoas consagradas a Deus e aos irmãos se torna sinal eloquente da presença do Reino de Deus no mundo de hoje. O vosso modo de viver e de trabalhar é capaz de manifestar sem atenuações a plena pertença ao único Senhor; a vossa entrega total nas mãos de Cristo e da Igreja é um anúncio forte e claro da presença de Deus numa linguagem compreensível para os nossos contemporâneos. É este o primeiro serviço que a vida consagrada presta à Igreja e ao mundo. No meio do Povo de Deus eles são como sentinelas que distinguem e anunciam a vida nova já presente na nossa história.

Dirijo-me agora de modo especial a vós, queridos irmãos e irmãs que abraçastes a vocação de especial consagração, para vos saudar com afecto e vos agradecer de coração a vossa presença. Dirijo uma saudação especial a D. Franc Rodé, Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, e aos seus colaboradores, que concelebram comigo esta Santa Missa. O Senhor renove todos os dias em vós e em todas as pessoas consagradas a resposta jubilosa ao seu amor gratuito e fiel. Queridos irmãos e irmãs, como círios acesos, irradiai sempre e em toda a parte o amor de Cristo, luz do mundo. Maria Santíssima, a Mulher consagrada, vos ajude a viver plenamente esta vossa especial vocação e missão na Igreja para a salvação do mundo.

Amém!

Fonte: http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/homilies/2006/documents/hf_ben-xvi_hom_20060202_presentation-lord_po.html

Copa do mundo x Tráfico de Pessoas: “Jogue a favor da vida”

COPA003

Mercado de gente aquece nas Copas do mundo pela grande circulação de dinheiro e preocupa governos, organizações não-governamentais, religiosas e civis.

Por Rosinha Martins | 15.11.13| Cerca de 150 religiosos e religiosas do Brasil e representantes da Alemanha, Colômbia, Bolívia e Uruguai lançaram na tarde desta sexta, 15, em Brasília-DF, a campanha “Jogue a favor da vida”, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a problemática do Tráfico de Pessoas em grandes eventos como a Copa do mundo. A Campanha é uma organização da Rede um grito pela vida, formada por religiosas e religiosas, que tem abraçado a prevenção do Tráfico de seres humanos em nível nacional.

Durante o lançamento da Campanha a coordenação deixou claro o significado da logomarca:as mãos, presentes na logomarca da Rede, revelam o símbolo de força e vida; a bola deixa explícita a ligação com o esporte, destacando o futebol, paixão nacional que movimenta esses eventos no mundo; o verbo jogar, no imperativo tema intenção de estimular a ação, uma reação; o outro verbo ‘denuncie’, que se apresenta como sinônimo associativo do verbo jogar convida para um ato de amor e justiça, à saída da inércia para a colaboração. Para jogar, basta denunciar.
A coordenadora, Irmã Eurides de Oliveira falou sobre a importância e o significado do lançamento de uma campanha como essa. “É uma alegria coletiva. Para a Rede Um grito pela vida, lançar a Campanha de prevenção ao Tráfico antes e durante a Copa de 2014 é uma oportunidade singular para o crescimento da visibilidade do problema do tráfico, momento de contribuir para coibir o seu crescimento e chamar a atenção da população para este crime que existe em dimensões tão abrangentes, mas que é bastante invisível para a sociedade”, afirmou.

De acordo com Irmã Eurides, outras organizações, núcleos de enfretamento do tráfico, a Pastoral do Menor, Instituto São Tomás de Aquino dos Jesuítas de Belo Horizonte, a PUC de Minas, a Pastoral do Menor, a Universidade do Vale do Rio dos Sinos- RS (UNISINOS), a Cáritas Internacional e o Ministério da Justiça são os parceiros para a eficácia dessa Campanha que também será lançada de forma aberta para a toda a sociedade no início de 2014.

A coordenadora disse ainda que se trata de uma campanha de prevenção e informação. Material impresso com as devidas orientações do conceito de tráfico, de como se prevenir serão distribuídos nas rodoviárias, nos ônibus, nos aeroportos, nos hotéis das cidades que sediarão a Copa. Os trabalhos iniciam de 18 de maio de 2014 até final do evento.
Além da campanha, foi lançado o primeiro livro da Rede. Trata-se de um subsídio formativo sobre o tráfico de pessoas. “É uma coletânia de textos escritos com a colaboração de vários autores, integrantes da rede, parceiros e colaboradores, com enfoque sociológico, eclesiológico, bíblico e uma coletânia de textos, orações relativos à mística dos nossos encontros, além de uma orientação pedagógica para a capacitação de mutiplicadores”, relatou Irmã Eurides. Para aquisição do livro, o interessado/a deve procurar os núcleos da rede ou a CRB Nacional-Conferência dos Religiosos do Brasil. A Assembleia da Rede, que acontece a cada 2 anos, encerra no domingo, 17.

Como se proteger do Tráfico de Pessoas

A CPI do Tráfico de Pessoas da Câmara dos Deputados, lançou um informativo com instruções muito importantes de como se livrar desta armadilha:

Fique atento!

Desconfie de casamentos arranjados por agências e promessas de trabalho com altos rendimentos ou ganhos fáceis;

Não aceite contratos e promessas de emprego sem informações suficientes. Procure se informar com as referencias pessoais e profissionais do seu contratante;

Se viajar para o exterior, leve sempre uma cópia autenticada do passaporte e guarde-o separadamente;

Desconfie se alguém pedir par guardar seus documentos pessoais. Mantenha-os sempre em seu poder;

Os consulados e embaixadas do Brasil no exterior existem para ajudar você, independente se sua situação é regular ou não;

Tenha os números de telefones importantes à mão e aprenda a fazer ligações locais e internacionais;

Mantenha contato constante com alguém da sua confiança no seu país de origem, informando sempre onde e com quem você está, para onde está indo quando estará de volta;

Informe aos familiares mudanças de endereço ou de telefone.

Denuncie

Se você tem informações ou suspeitas de casos de tráfico de pessoas ou outra violação aos direitos humanos, ligue:

180 para a central de atendimento à mulher;

100, para denunciar violações aos direitos humanos.

Fonte: CRB Nacional
http://www.crbnacional.org.br/site/index.php/noticias/destaque/874-copa-de-2014-x-trafico-de-pessoas-jogue-a-favor-da-vida-campanha-e-lancada-em-brasilia

Formatura

1526493_651017004941965_1449628341_n
Com grande alegria parabenizamos a Ir. Fatima Alves pela conclusão do curso de Teologia e também agradecemos toda dedicação e empenho durante estes anos de Faculdade, no desejo de melhor servir como Ministra dos Enfermos de São Camilo na missão.
Parabéns Ir. Fátima, continuamos unidas como Família religiosa em oração.

Ministras dos enfermos de São Camilo

LINKS IMPORTANTES. DA CONGREGAÇÃO
CAMILIANAS
Ministras de los enfermos-Chile
Camilianas Chile
Camillian Sisters in the Philippines

OUTROS LINKS
Ministri degli Infermi
Religiosi Camilliani Italiani
Centro de Espiritualidade Cristo Rei